terça-feira, 26 de junho de 2012

Cabo Verde I

Lava minhas chagas
Pelas esquinas da noite
Mas vem leve e emotiva
Que já me tens
Com esta dança
Criaste
Intermináveis luares.

Vem comigo
Engraçado como a liberdade
Sabe a longas corridas pela praia
Infantis brincadeiras
Para depois doerem os músculos
De euforia.

Que sejam felizes os teus caminhos.
Até já
Alma dos meus sonhos
Musa de rasurados labirintos
Espirito livre
Livre pelas praias
Que te pertencem por fascínio.

Coração ardente
De alma leve pelas ruas
Numa dança que não é deste mundo
Imortalizados segundos.

Esta castanha terra não é
Que uma rampa de lançamento
Sempre quente
Como onde cresceste.

2012 - Junho - 17

Sem comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Como qualquer um vou lutando, maioritariamente comigo mesma.

Seguidores